Gato de 26 anos entra para o ‘Guinness’ como o mais velho do mundo

Por SÍLVIA HAIDAR

Corduroy, um gato de 26 anos que vive na cidade de Sisters, em Oregon, nos EUA, entrou para o “Guinness Book”, o livro dos recordes, como o mais velho do mundo que vive atualmente.

 

De acordo com o “Guinness”, o gato nasceu em 1º de agosto de 1989 e gosta de comer queijo cheddar e de caçar ratos –o que não é recomendado por veterinários.

 

X

 

Ashley Reed Okura, dona de Corduroy, criou um perfil para o gatinho no Instagram, em que compartilha fotos e vídeos do bichano descansando na grama, comendo petiscos e até durante um voo de avião.

 

Antes de Corduroy, a detentora do título do “Guinness” era Tiffany Two, uma gata de pelagem “escama de tartaruga” (aquela que mistura tons de amarelo e de preto) que vivia em San Diego, na Califórnia, e morreu aos 27 anos, em maio.

 

Segundo os registros do “Guinness”, o gato que viveu por mais tempo foi Creme Puff. A gatinha branca e preta morava em Austin, no Texas, e morreu aos 38 anos em agosto de 2005.

 

Corduroy faz pose ao ser apresentado pelo 'Guinness' como o gato mais velho do mundo, em Oregon, nos EUA ('Guinness Book'/Reuters)
Corduroy faz pose ao ser apresentado pelo ‘Guinness’ como o gato mais velho do mundo, em Oregon, nos EUA (‘Guinness Book’/Reuters)