Gato leva tiro e salva a vida de menino de três anos

Por SÍLVIA HAIDAR

Na manhã da última quinta-feira (27/8), uma bala perdida atravessou a janela da casa de Angelica Sipe, na Pensilvânia, nos EUA. O projétil furou o sofá e atingiu Opie, seu gato que dormia ali.

“Levei um segundo para perceber o que havia acontecido. A primeira coisa que fiz foi verificar se estava tudo bem com o meu filho, que estava dormindo. Então vi meu gato no chão e foi aí que percebi que Opie tinha sido baleado”, disse Sipe ao canal de televisão Fox News.

A mulher diz acreditar que, por ter sido atingido, o gatinho acabou salvando a vida da criança.

 

O gatinho Opie foi atingido por uma bala perdida, na Pensilvânia, nos EUA (Reprodução/Fox News)
O gatinho Opie foi atingido por uma bala perdida, na Pensilvânia, nos EUA (Reprodução/Fox News)

 

Após a bala acertar de raspão o lado esquerdo da cabeça do bichano e passar por seu pescoço e ombro, ela ricocheteou, atravessou a parede do quarto onde o filho de Sipe dormia, e parou no travesseiro, apenas a alguns centímetros da criança. “Poderia ter sido meu filho”, afirmou.

O gatinho foi operado, precisou ficar com um tubo de drenagem no pescoço, mas vai ficar bem, segundo o veterinário que o atendeu. A conta do tratamento já chegou a US$ 1.000, mas Sipe diz que não se importa: “Ele foi o herói do meu filho”.

X

Sipe contou que já havia ouvido barulho de tiros na vizinhança, mas nunca tão próximo de sua casa.

De acordo com a polícia local, uma equipe atendeu a ocorrência e o caso está sob investigação. O chefe da polícia, Wes Kahley, disse que, além do gato, mais ninguém ficou ferido.