Quadro do século 19 com 42 gatos é vendido por mais de R$ 3 milhões em Nova York

Por SÍLVIA HAIDAR

Em 1891, uma milionária norte-americana chamada Kate Johnson contratou o artista austríaco Carl Kahler para pintar um quadro com alguns de seus 350 gatos que viviam com ela em uma luxuosa mansão da Califórnia.

O óleo sobre tela que mostra 42 desses ricos felinos foi leiloado na terça-feira (3) por US$ 826 mil, o equivalente a R$ 3.183.780, na Sotheby’s, em Nova York. A estimativa era que o quadro alcançasse de US$ 200 mil a US$ 300 mil (ou R$ 770.891 a R$ 1.156.337), o que pode ser interpretado com uma alta dos gatos no mercado das artes.

O quadro 'Os Amantes da Minha Mulher', do austríaco Carl Kahler, leiloado pela Sotheby's,  (Reprodução/Sotheby's)

O quadro ‘Os Amantes da Minha Mulher’, do austríaco Carl Kahler, leiloado pela Sotheby’s (Reprodução/Sotheby’s)

De acordo com a descrição no site da Sotheby’s, os gatos de Johnson tinham uma equipe contratada especificamente para cuidar deles. Cada um das centenas de bichanos tinha um nome e atendia prontamente quando era chamado pelo seu.

Kahler passou três anos fazendo esboços dos gatos para captar a personalidade de cada um e eternizá-los no quadro de 177.8 cm por 258.4 cm.

O gatinho que ocupa o centro da imagem chamava-se Sultão. Johnson o viu durante uma viagem a Paris e ficou apaixonada por sua beleza. Mas o bichano tinha dono e não estava à venda. Mesmo assim, a milionária fez uma oferta irrecusável e o levou para sua casa na Califórnia. À esquerda de Sultão está Sua Alteza, um belo gato angorá de olhos azuis que aparece em outro quadro de Kahler encomendado por Johnson.

A obra de Kahler leiloada pela Sotheby’s recebeu o nome de “Os Amantes da Minha Mulher”, provavelmente dado pelo marido de Johnson.