Churchill doou sua casa ao governo, mas exigiu que sempre houvesse um gato nela

Por SÍLVIA HAIDAR

“Cat, volta para casa. Está tudo perdoado.” Foi com esse apelo escrito em uma placa, pendurada na janela de casa, que Winston Churchill certa vez pediu desculpas a Cat, seu então gato de estimação, que havia ido embora depois de o ex-primeiro-ministro britânico brigar com ele. Dias depois, Cat [Gato, em português] voltou.

Essa é apenas uma das várias anedotas sobre felinos que envolvem Churchill, um dos maiores amantes de gatos da história. Nesta segunda-feira (30), comemoram-se 141 anos de seu nascimento.

X

Durante toda a sua vida, Churchill sempre teve pelo menos um gato. Na Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quem o acompanhava até mesmo a reuniões importantes era um gato preto chamado Nelson. Certa vez, Churchill chegou a dizer que Nelson havia contribuído para os esforços de guerra, já que servia como bolsa de água quente para o primeiro-ministro.

Mas o gato mais famoso de Churchill sempre será Jock. Trata-se de um gatinho alaranjado, com peito e patinhas brancos, que o político ganhou no seu aniversário de 88 anos de John Colville, seu secretário particular. O apelido de Colville era Jock e o bichano foi batizado em sua homenagem.

Dizem que quando Churchill morreu, em 1965, o gato Jock estava deitado ao seu lado na cama. O ex-primeiro-ministro morava em Chartwell, propriedade que foi deixada em testamento para o governo britânico e posteriormente transformada em museu.

Contudo, com a doação foi feita também uma exigência: que sempre houvesse na casa um gato com as mesmas características e o mesmo nome de Jock. E o desejo foi atendido.

O Jock original viveu em Chartwell até 1974, quando morreu e foi enterrado no local. Depois dele, outros gatos com a mesma aparência foram adotados e chamados pelo mesmo nome.

Atualmente, quem ocupa o cargo é Jock VI, adotado aos sete meses de um abrigo em 2014. Jock V deixou a vida pública no mesmo ano, quando o gerente de Chartwell se aposentou e deixou a propriedade. O gato e o funcionário tornaram-se grandes amigos, e ninguém quis separar os dois. Então o gerente levou o bichano para morar com ele no interior da Escócia.

Chartwell fica na cidade de Westerham, no condado de Kent, no sudeste da Inglaterra, e é aberta ao público. Clique aqui e confira os dias e horários de visitação. Com sorte, é possível ser recepcionado pelo famoso gatinho.

Jock VI é fotografado em Chartwell  (Reprodução/Chartwell-National Trust)

Jock VI é fotografado em Chartwell (Reprodução/Chartwell-National Trust)