No Dia do Rock, confira imagens de roqueiros com seus gatos

Rebeldes, descolados, boêmios, desapegados. Assim são os gatos, verdadeiros seres de espírito livre. Talvez os bichanos sejam os animais mais “rock’n roll” da natureza.

Então aproveite que hoje é o Dia Mundial do Rock e curta um som com o seu bigodudo. A data surgiu em 1985. Naquele ano, os músicos Bob Geldof e Midge Ure organizaram o festival beneficente Live Aid com o objetivo de arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia.

O evento aconteceu no dia 13 de julho em dois países diferentes: na Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres, que reuniu 72 mil pessoas, e nos Estados Unidos, no estádio John F. Kennedy, na Pensilvânia, onde o público chegou a 100 mil espectadores.

Entre as atrações estavam David Bowie, Mick Jagger, U2, Phil Collins e Queen.

Aliás, Freddie Mercury, ex-vocalista do Queen, é um dos maiores “loucos dos gatos” da história da música. Não é difícil encontrar na internet fotos do cantor abraçado com vários gatos que ele teve durante a vida.

Delilah, uma das gatas de Mercury, de pelagem na cor “escaminha”, chegou a ser imortalizada na canção “Delilah”, que o cantor escreveu e gravou no seu último ano de vida. A música faz parte do álbum “Innuendo”, lançado em 1991.

Assista abaixo ao videoclipe de “Delilah”. PS.: a partir dos 2min20s, Freddie Mercury dá uns miadinhos. <3